"There Will Be Mud" on the Core Deck

What could be the title of a forthcoming movie premiering in theatres, become reality and since the first core arrived at the rig floor yesterday around 11h00 PM. Since then Expedition 339 participants have been listening the famous anouncement "Core on Deck" each 30 minutes or so.

One of the main goals of Expedition 339 Science Party is to produce a marine reference section of Pleistocene millennial-scale climate variability and changes in surface and deepwater circulation along the Portuguese margin. So the coring strategy at the "Shackleton Site" consists of using an The Advanced Piston Corer (APC) is crucial for high-resolution climate and paleoceanographic studies. The APC is a hydraulically actuated piston corer designed to recover relatively undisturbed continuous 9.5 m long oriented core samples from very soft to firm sediments that cannot be recovered well by rotary coring.

">Advanced Piston Corer (APC) to drill 4 holes, separated by a few tens of meters, to a maximum depth of 150 meters below sea floor (mbsf).

O que poderia ser o título de um filme a estrear brevemente nos cinemas, tornou-se realidade ontem à noite quando por volta das 23h00 chegou o primeiro tarolo à plataforma de perfuração do JR. Desde essa altura os participantes na Expedição 339 tem ouvido o famoso anúncio de mais um "Core on Deck" a cada 30 minutos que passam.

Um dos principais objectivos da Expedição 339 é produzir uma secção marinha de referência da variabilidade climática à escala milenar e das mudanças na circulação das águas superficiais e profundas ao longo da Margem Continental Portuguesa. Assim, a estratégia de sondagem no "Shackleton Site" consiste na utilização de um The Advanced Piston Corer (APC) is crucial for high-resolution climate and paleoceanographic studies. The APC is a hydraulically actuated piston corer designed to recover relatively undisturbed continuous 9.5 m long oriented core samples from very soft to firm sediments that cannot be recovered well by rotary coring.

">Advanced Piston Corer (APC) para realizar 4 furos, separados por poucas dezenas de metros, a uma profundidade máxima de 150 metros abaixo do fundo do mar.

Seismic Line Steam-9407 indicating the position of Site U1385 (SHACK-04A)

Question of the week: Any ideas about why the scientists are going to drill 4 holes at the same site?

Questão da semana: Fazes ideia de porque é que os cientistas vão realizar 4 furos no mesmo local?

Comments

Q&A:

Durante a planificação da expedição os cientistas propuseram realizar quatro furos neste local para recuperar várias secções da sequência sedimentar. Como durante as operações de perfuração a percentagem de recuperação dos sedimentos é variável ao fazerem quatro furos, separados por poucas dezenas de metros, conseguiram garantir a recuperação de toda a sequência sedimentar e construir uma secção composta.

Com base nessa informação vão poder melhorar a precisão da correlação e comparação dos registos das oscilações climáticas preservados nos sedimentos marinhos com os registos terrestres e dos testemunhos de gelo da Gronelândia e da Antártica.

Sergiu diz:

Eu acho que os cientistas vão fazer quatro furos no mesmo local para ver se os sedimentos não se perderam ou não houve mudança de sedimentos quando tiraram o anterior "core deck". A outra versão é que como estamos numa zona elevada de sismos há sempre mudanças no fundo oceânico e apesar de todos pensarmos que não acontece nada, na verdade há mudanças significativas nos sedimentos é por isso os cientistas vão fazer estes quatro furos para ver o que mudou e de que forma.

Cátia Pinto

A meu ver, penso que esteja algo relacionado com as placas tectónicas, ainda assim, penso que esses 4 furos que vão fazer no mesmo local, seja para avaliar os tipos de sedimentos que existe em cada uma delas e ver se estas se identificam ou não, visto que estão muito perto umas das outras.

André G

Penso que os cientistas vão realizar 4 furos no mesmo local para tentarem com base os sedimentos depositados no fundo compreender melhor como ocorreu a abertura do Estreito de Gibraltar, entender as oscilações climáticas e descobrir as variações do nível do mar que o Atlântico e o Mediterrâneo sofreram, pode-se descobrir tantas coisas sobre o que já se passou no nosso planeta, uma vez que foram e são transportados toneladas de sedimentos pelas águas do Mediterrâneo, e como estes não são depositados no fundo de maneira uniforme os cientistas terão de fazer 4 furos separados apenas por dezenas de metros para conseguirem uma maior precisão sobre o que já ocorreu no nosso planeta, neste caso em particular na costa algarvia.
André G

joao costa

Provavelmente vão fazer 4 furos para ver se os resultados dessas perfurações são iguais ou pelo menos idênticas.

Ó Ó O Ó ÓOOOO ÓOOO

I guess they will drill 4 holes close to each other to know if the layers of sediments are on the same level or not, to know their age and maybe also to see if the layers have been modified by the movement of the plates.

by:Alex

Q&A:

During the expedition planification the scientists proposed to drill four holes at this site to recover multiple sections of the sediment sequence to ensure complete recovery for construction of a composite section.

That will allow the scientists to improve the precision with which marine sediment records of climate change can be correlated to and compared with ice core and terrestrial records.